quinta-feira, 10 de junho de 2010

Uma poesia que virou Rap




A jovem atraente




Eu ali estava presente

quando aquele delinquente

passava todo sorridente
depois de roubar uma jovem atraente
que se derramava em lágrimas
e eu ali presenciando
naquele momento parti correndo atrás daquele detento.
Até que eu o alcancei e disse devolva a bolsa da moça.
E ele disse está bem
eu devolvo a bolsa.
E assim ela me beijou e se jogou em meus braços
com um gosto amargo.
Como se tivesse engolido um lagarto.

Cassiano 1m02

Um comentário:

  1. Boa noite,
    Situação inesperada, gostei da criatividade e de cada palavra.

    ag

    ResponderExcluir